CORIZA

É uma infecção das vias respiratórias superiores, cuja etiologia é múltipla. Aparece com mais gravidade em gatinhos e em animais mais idosos não vacinados. Os sintomas típicos incluem anorexia, depressão, febre e corrimento naso-ocular. A doença resolve-se geralmente em 5 a 7 dias. O tratamento é apenas de suporte e consiste na administração de antibióticos para combater possíveis infecções secundárias. Somente é necessário hospitalizar gatos que requerem fluidoterapia, oxigenoterapia, e alimentação forçada.


PANLEUCOPÉNIA

É uma doença viral altamente contagiosa. Embora afecte principalmente gatos com menos de um ano, esta doença pode ocorrer em qualquer idade. A mortalidade é mais elevada em gatinhos com menos de 6 mêses de idade. Os gatos podem ser infectados com o vírus de vários modos. A maneira mais usual de contágio é o contacto directo com um gato infectado, ou com material infectado como camas ou comedouros. No entanto o vírus pode ser transportado no ar, ou por um dono que passou por um gato infectado e sem querer leva o vírus para casa. Os sintomas aparecem 2 a 10 dias após a exposição ao vírus, e a doença dura geralmente 5 a 14 dias. O gato doente apresenta febre, depressão, anorexia, vómito e diarreia com desidratação progressiva. O objectivo do tratamento é evitar a desidratação e infecções secundárias. A panleucopénia pode ser prevenida com a vacinação.


LEUCOSE

É causado por um vírus e é a doença mais fatal nos gatos. O contágio ocorre geralmente por ingestão ou em lutas. O vírus está presente na saliva, secreções respiratórias, fezes e urina. O recém-nascido pode ser infectado no útero ou através do leite de uma mãe doente. O período que ocorre entre a exposição ao vírus e desenvolvimento da doença, é variável e depende do modo de transmissão do vírus. Os sintomas podem não existir ou podem incluir anemia, doenças que recidivam, febre, inaptência ou morte. O tratamento é de suporte e geralmente não tem grandes resultados. Hà uma vacina para esta doença mortal, por isso recomendamos que todos os gatos saudáveis sejam testados e se negativos para o vírus, vacinados para reduzir a incidência desta doença.


RAIVA

Doença contagiosa provocada por um vírus. Atinge mortalmente todos os animais de sangue, quente inclusive o Homem. O vírus é eliminado na saliva, e a sua propagação ocorre um animal doente morde um saudável. O vírus atinge o sistema nervoso do animal, provocando alterações do comportamento (agressividade, nervosismo, desorientação, convulsões) e paralisia progressiva. O animal morre por paralisia respiratória. Em Portugal não se regista um caso de raiva à alguns anos, mas de qualquer modo a vacinação anti-rábica deve manter-se, pois como já foi dito anteriormente, todos os animais de sangue quente podem ser atingidos, e assim um animal selvagem doente (raposa, morcego, coelho) pode de um momento para o outro passar a fronteira de um país onde à raiva , para um outro isento desta doença, passando a ser um foco contagioso.